Tendência 5 – O rápido crescimento da publicidade online

O mercado que vou abordar neste artigo é um mercado gigantesco imune à crise e segue crescendo! Para que compreenda esta minha afirmação, é necessário compreendermos como evolui-o esta indústria até aos dias de hoje. Importante também para as pessoas que procuram ganhar dinheiro, estarem posicionadas com um negócio de publicidade online. Não é tão difícil como parece!

Desde que se inventou o primeiro jornal em 1602, a publicidade começou a chegar de uma forma mais efectiva à população, embora muitas pessoas na época não tinham dinheiro para adquirir o jornal. Logo as receitas em publicidade eram pequenas.

Os tempos foram passando e no seculo XX a publicidade em jornal já pouco atrai as pessoas, então os publicitários tiveram a ideia de construir os outdoors. Estes grandes cartazes muito atractivos visualmente, são colocados principalmente em zonas de muita passagem e em zonas de grande afluência para tentar vender os produtos ai publicitados.

A seguir aos outdoors veio a publicidade na televisão. Com o surgimento da televisão os publicitários têm a hipótese de agora sim, de chegar a milhares de pessoas. As empresas começaram a pagar uma fortuna por segundos em que os seus anúncios são mostrados a milhares de pessoas pela televisão. Mas rapidamente a publicidade na televisão começa a não ser tão proveitosa, pois começou a ser em excesso. Pense em algo:

– Quando estamos por exemplo a ver um filme que gostamos bastante e vem 15 minutos de publicidade, o que fazemos?

Pois bem já sei qual a sua reposta, mudamos de canal e só voltamos quando nos certificamos que a publicidade terminou. Isso acontece consigo? Comigo sim! Então será realmente proveitoso para os publicitários gastarem rios de dinheiro na televisão?! Qual será então hoje, o veículo mais proveitoso para as empresas publicitarem? Pois bem, se pensou na Internet acertou!

Em 2008, foi o ano em que a internet “matou” a televisão, isto quer dizer que neste ano as pessoas navegaram mais na internet do que assistiram a televisão. E você também já navega mais na Internet do que vê televisão? Tenho a certeza que os seus olhos começam a abrir-se para uma nova realidade.

Então porque a publicidade na internet é tão eficaz? Por vários motivos, as pessoas gastam mais tempo na internet do que nunca, e a publicidade que querem ver realmente é, a que lhes é apresentada! Caso não saiba existem programas invisíveis na Internet dentro do nosso email, dentro de sites que fazem uma triagem do que gostamos ver e após isso, as empresas colectam os nossos gostos e apresentam-nos realmente o que gostamos.

Não sei se já se deu conta que, se pesquisar muito por automóveis, ou se clicar mais em anúncios de carros, é a publicidade que começará a receber com mais frequência! Assim os publicitários vão rentabilizar muito mais as suas campanhas acertando no alvo e ganhando fortunas à nossa custa!

Vejamos algo interessante, recentemente foram adquiridas as companhias:

– MySpace, em $ 580 milhões de dólares.
– YouTube, em $ 1.650 milhões de dólares.
– Skype, em $ 2.650 milhões de dólares.

Nenhuma tinha receitas por serem de acesso gratuito! Então porque foram estas empresas adquiridas por valores tão exorbitantes?! Estas empresas foram compradas pela sua popularidade, após isso, atraem publicitários que compram direitos de publicidade e assim, alcançam potencial publico para comprar os seus produtos e serviços!

Esta tendência é tão poderosa, que MySpace vendeu instantaneamente durante 3 anos, os direitos de publicidade ao Google por 900 milhões de dólares… um LUCRO de 320 milhões de dólares! Em 2006 grandes corporações americanas gastaram 16.4 milhões de dólares em publicidade on-line. Em 2010 estas receitas somaram 36.5 bilhões de dólares somente nos EUA, fora outros países!

A conclusão a que eu chego é que a internet nunca teve tanto valor como agora, mas surpreendentemente, existe outra indústria que está a superar a publicidade online e que pela primeira vez na história, você e eu podemos capitalizar nessa indústria… Clique Aqui Para Saber Qual…

Obrigado por ler o meu artigo,
Luis Conceição

Deixe o seu comentário

*